O Caboclo D’água Assombra Nova HQ

História revela malassombro no Rio São Francisco

Um ser meio humano meio peixe está nas páginas da nova HQ do projeto O Recife Assombrado. A publicação Malassombro Volume 2 – O Rio das Carrancas traz uma fábula sombria sobre o Caboclo D’água, criatura misteriosa que habita as profundezas do Rio São Francisco e outros rios do interior do Brasil. A arte de Téo Pinheiro ilustra o roteiro de André Balaio criado a partir de um conto do escritor e jornalista Roberto Beltrão. O lançamento será mesa F20 do ARTISTS ALLEY da CCXP 2018 (6 a 9 de dezembro, em São Paulo).

A narrativa lembra as antigas histórias contadas pelas avós aos netos na hora de dormir, para alertá-los dos perigos que a natureza representa – no caso, a ameaça das águas revoltas dos rios que podem afogar e fazer corpos sumirem na correnteza. “O clima é de nostalgia, de releitura da tradição”, explica Beltrão, que também é editor da revista. “A ideia é mostrar o lado assustador de uma velha lenda que está entranhada no imaginário de populações ribeirinhas”, arremata. “A personagem principal é uma menina de 10 anos; é pelos olhos dela que o horror da trama se mostra em forma de pesadelo”, comenta o roteirista André Balaio, que também é escritor.

Balaio foi o vencedor do prêmio literário Off Flip 2016 na categoria “conto” com a história de fantasmas “O lado de lá”. Em 2018, publicou o livro de contos “Quebranto” (Editora Patuá). Produziu os roteiros das HQs “A Rasteira da Perna Cabeluda” (2015, Edições Bagaço), “Malassombro – Assovios na Mata” (2017, Edições O Recife Assombrado) e “Algumas Assombrações do Recife Velho” (2017, Editora Global) e “A Maldição Circular” (2017, Edições O Recife Assombrado). Téo Pinheiro é desenhista, arte-finalista e colorista. Em parceria com Balaio, produziu as HQs “A Rasteira da Perna Cabeluda”, “Malassombro – Assovios na Mata” e “Algumas Assombrações do Recife Velho”.

Fato ou ficção?

A Malassombro Vol. 2 traz ainda traz uma surpresa que vai intrigar o leitor: um texto final sobre supostas aparições do Caboclo D’água nos tempos atuais. São ocorrências recolhidas por integrantes da Associação de Caçadores de Assombrações & Monstros, sediada na cidade mineira de Mariana, em Minas Gerais. Os pesquisadores Leandro Henrique dos Santos e Stefano Azevedo, que assinam o relatório, juntam evidências de que o monstro anfíbio/humanoide pode ser muito mais que um mero personagem lendário. Leia um trecho:

“O Caboclo D’água já foi visto e testemunhado por muita gente na Região dos Inconfidentes (Zona da Mata Mineira) (…) Sabemos de gente que mudou de casa, que deixou de sair à noite, que saíram de emprego por medo. Os principais indícios são corpos de animais mortos por ele. Não foi por onça porque foram devoradas somente as vísceras, e sobretudo porque testemunhas viram ele comendo. Uma pessoa o flagrou atacando um cabrito em Acaiaca. Em Barra Longa, o Caboclo agrediu e matou um homem: os bombeiros fizeram um boletim de ocorrência e apontaram “ataque de animal desconhecido” como causa da morte.”

“Malassombro Volume 2 – O Rio das Carrancas” tem 20 páginas coloridas em papel Couche, no formato 20×28 cm. Preço: R$ 15,00. Vendas pelo www.orecifeassombrado /loja (a partir de 12 de dezembro de 2018).