Cemitério à Beira Mar

O cemitério de Japaratinga (AL)

Ter direito, por toda a eternidade, a um terreno à beira mar numa das praias mais bonitas do litoral nordestino. Quem não gostaria desse privilégio? Pois é assim para as pessoas que foram enterradas no velho cemitério que fica no município de Japaratinga, em Alagoas. Não deixa de ser estranho ver túmulos cercados pelos coqueiros e próximos à areia. Os mais antigos sepulcros datam da década de 1930. A maioria foi parcialmente destruída pelas ondas durante as ressacas do mar.

Os pescadores que vivem em Japaratinga costumam contar muitas histórias sobre fantasmas que assombrariam a praia. Falam, por exemplo, do espectro de uma menina vestida com roupas antiquadas – tipo “timão” – que é vista à noite nos caminhos abertos por entre os coqueirais. Ela sempre desaparece no ar quando alguém chega mais perto.

Comenta-se também sobre um assombração conhecida como a “Mulher de Rosa”. Seria o fantasma de uma velha usando um vestido cor-de-rosa que caminha poucos metros a frente de quem ousa circular sozinho pela praia durante a noite. Por mais que aperte o passo, a testemunha nunca consegue se aproximar da misteriosa senhora. O melhor é fugir no sentido contrário.

Há relatos de uma bola de fogo que flutuaria pouco acima da areia, pertinho de onde batem as ondas. A tocha fantasmagórica apareceria no ponto da praia conhecido como “A Barreira”.

Categorias