Conversa Assombrada no FIG

Já pensou encontrar de uma só vez a Cumade Fulôzinha, o Nêgo Dágua, o Lobisomem e outros malassombros do interior Pernambuco? Pois quem tiver coragem não vai perder a tarde de contação de histórias que o projeto O Recife Assombrado vai promover nesta terça, dia 25 de julho, dentro programação do Festival de Inverno de Garanhuns – o FIG – o mais importante evento cultural do município do Agreste pernambucano.

O encontro começa às 15h, no espaço PRAÇA DA PALAVRA, com uma encenação montada pela Vivaz Cia. de Artes, comandada pelo ator e diretor teatral Paulo André Viana. Ele e o ator Renê Ribeiro representam dois irmãos, moradores de um sítio na área rural, que relembram lendas e causos medonhos durante uma conversa numa noite fria e silenciosa. A peça é baseada em pesquisas feitas pelo jornalista Roberto Beltrão, um dos editores deste site.

 

Em seguida, Roberto bate um papo com a plateia sobre suas publicações que mostram aspectos assustadores do imaginário popular. Uma delas é livro de contos “Na Escuridão das Brenhas”,: uma reunião de sete narrativas que levam o leitor por caminhos ermos e estradas sombrias. Os contos visitam lugares lendários onde é possível se confrontar com um espectro feminino sedutor, testemunhar o ataque de uma cobra gigante saída de um açude e ver misteriosas bolas de fogo no céu noturno – uma geografia misteriosa, povoadas por seres fantásticos, num Pernambuco cheio de estranhamento e espanto.