Cruz Credo: Horror e Humor Negro

Assustadora, intrigante, surpreendente, perturbadora e muito divertida: falamos da revista de HQs Cruz Credo produzida pelo quadrinista pernambucano Adriano dos Anjos. A publicação independente bimestral chega à quinta edição sempre fiel a um estilo de cartunesco de tratar o horror. São imagens em preto e branco, traços duros e econômicos, que misturam espanto, estranhamento, e boa dose de humor negro provocativo. Em 20 páginas no formato 21 cm x 15 cm, a Cruz Credo retrata o lado malvado das lendas urbanas do Recife, revela crônicas absurdas da cidade, e tem acolhido colaborações de outros ilustradores consagrados no cenário local dos quadrinhos, como Marco Santana, Luciano Félix, Rafael Anderson e Braga.

Adriano dos Anjos nos conta com surgiu o projeto:

“Uns 13 anos atrás, eu tinha tirado uma cópia do livro Assombrações do Recife velho, do mestre Gilberto Freyre. Foi na Biblioteca Pública, tirei cópia do livro todo, li e reli. Depois disso pintou a ideia de quadrinizar algumas histórias ali contidas, selecionei e fiz os roteiros, eu não queria fazer tudo, e chamei alguns amigos para desenhar, depois de alguma coisa pronta, passei um tempo pensando como faria para publicar, e foi quando me deparei que já existia projetos de quadrinhos baseados na obra de Gilberto e histórias de terror daqui do Recife.

Engavetei o projeto, e ele passou um tempo guardado. Nesse período, juntamente com uns amigos criamos a revista Xorume, especializada em HQs autorais. Com o fim da publicação, voltei os olhos para as páginas prontas das HQs baseadas na obra de Gilberto, e resolvi publica-las, lançando assim no ano de 2017, a revista Cruz Credo. O processo de criação é simples, eu sempre estou produzindo histórias, não paro. Para compor o mix da revista, eu faço convite aos artistas, para eles enviarem histórias prontinhas para a publicação. Repasso um prazo de envio, e vou montando a publicação.”

E explica as origens do seu trabalho:

“Nas minhas HQs, tento sempre inserir a cidade do Recife como parte da trama. A cidade está recheada de histórias e fatos que atraem muitas pessoas a produzir obras nessa área. Desde criança que desenho e descobri as histórias quadrinhos também criança, meu primeiro contato foi com as revistas da Marvel.Gosto muito do Frank Miller, e sou muito fã do John Byrne. Todo tipo de histórias me atrai, e terror é uma delas, gosto do mistério, o sobrenatural.”

Para saber como adquirir todas as edições da Cruz Credo, entre em contato com Adriano do Anjos:

agdosanjos178@gmail.com

Roberto Beltrão