Horror e Mistério na TV em PE

Série de TV Suplicium estreia 23 de fevereiro na TVU Recife

O decadente escritor de histórias fantásticas, Alan Werner, reúne velhos amigos para uma noite de contação de histórias. Com a promessa de que dividirá os lucros da venda de uma antologia escrita com a contribuição criativa de todos, o ambicioso escritor pretende em segredo roubar todas as narrativas contadas à mesa, e para isso usa de artifícios sobrenaturais.

O encontro provoca ressentimentos e revela segredos pessoais que irão abalar tragicamente a amizade entre eles. Na mesma noite, Alan percebe que se envolveu numa armadilha em que as fábulas contadas provocam incidentes no mundo real, e todos parecem estar presos à mesa, diante da gigantesca luminária de metal que envolve todos os presentes com sua luz poderosa e ameaçadora.

Os personagens revelam cerca de 18 contos, demonstrando suas predileções por variados temas relacionados ao gênero: criaturas animalescas, entidades sobrenaturais, desejos de vingança e ocultismo.

SUPLICIUM é uma série em 6 episódios cuja trama tem como ponto central um grupo de amigos que se reúne para uma noite de conversas em torno de uma mesa, um encontro que remete às milenares conversas ao redor da fogueira para contar histórias. Por trás dos ouvintes e contadores de causos, apenas trevas. Todos os presentes sentem o impulso quase primitivo de se aproximar da luz protetora, enquanto se mantêm discretamente atentos à escuridão que os circunda, pois aparentemente é de lá que surgem as inspirações para as aterradoras histórias que se seguem.

Como as histórias que compõem a série possuem temas diversos, recorre-se a diferentes estilos cinematográficos para realizar os contos narrados pelos personagens principais. Narrativas em tom documental, found footage, surrealista/onírico, são algumas delas. SUPLICIUM ainda possui uma estrutura inédita dentre as séries nacionais, pois une dois formatos de antologia: O formato em que as séries de TV são pontuadas comumente por um narrador, apresentador ou tema comum (Além da imaginação – 1964/1969, Outer Limits – 1965/1966, Black Mirror – 2011/2020); e o formato mais comum usado nas obras cinematográficas, em que uma história principal serve de conexão entre os contos .

A ideia desta série pernambucana surgiu a partir de encontros entre o Roteirista e Diretor André Pinto, o Produtor e Diretor de fotografia Henrique Spencer, e os organizadores do Toca o Terror (site/cineclube/programa de rádio e podcast). Seus seis episódios trazem um pouco do horror cósmico Lovecraftiano, da crueza das obras de Stephen King, e da fantasia mítica de Neil Gaiman, reunindo toda a trama em torno do eterno confronto entre realidade e fantasia.

Um dos objetivos da obra foi preencher essa lacuna de mercado com conteúdo previamente estruturado por uma equipe criativa nacional, trabalhando em coletividade dentro do modelo já consagrado de sala de roteiristas. Tal grupo, composto por colaboradores com experiência e afinidade com os temas relacionados aos gêneros de horror, ficção e fantasia, exploraram não só as narrativas clássicas universais, como também abordaram de forma particular e inédita algumas lendas e causos da cultura brasileira.

No universo atual das séries de TV brasileiras, ainda imperam os temas relacionados ao drama, romance, policial e comédia. Essa preferência dominante do mercado não atinge parte do público-alvo ávido por uma temática mais voltada para o horror gótico, a fantasia escapista ou a ficção científica. Dentro do universo do mercado exibidor, obras audiovisuais ligadas ao gênero fantástico de produções independentes brasileiras são escassas, embora exista um público potencial para consumi-las. Essa demanda de público atualmente é suprida por obras norte-americanas, britânicas e canadenses, importadas e exibidas em canais de TV a cabo ou canais on demand.

Originalmente chamada de “Fãtásticos“, a série teve diversas adaptações ao longo do tempo e dois de seus segmentos transformados em curtas que foram exibidos e premiados em festivais de cinema pelo país. A estreia de SUPLICIUM acontece no dia 23 de fevereiro às 00h30 (da segunda pra terça) na TVU Recife – Canal 11.1 e com exibições até o dia 28 de fevereiro de 2021.

Categorias
Tags