Mistério na Lagoa

O município de Lagoa do Carro, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, é bom para se visitar. É onde existe o Museu da Cachaça, com mais de novecentas garrafas de aguardente de todos os tipos. As mulheres de lá são famosas pela habilidade de confeccionar belos tapetes. E no centro da cidade a gente encontra uma bela lagoa, procurada por quem gosta de pescar.  

Difícil acreditar que um lugar contente assim também tenha seus malassombramentos, não é? Todavia comenta-se que quem tenta fisgar uns peixinhos na lagoa muitas vezes escuta risadas e falas, mesmo quando há sinal de ninguém por perto. As testemunhas desses ruídos sinistros ficam arrepiadas e acabam desistindo da pescaria. 

O que elas ouvem é o fantasma de uma moça que morreu de forma trágica, pelo menos é o que garantem os moradores.  Conta-se que a jovem foi passear de barco com o namorado e o safado que tentou beijá-la à força. O barco virou e a pobre acabou se afogando.  

Interessante é que essa lagoa assombrada não é mesma ligada à lenda que deu origem ao nome do município. A verdadeira fica área da Fazenda Recreio. Contam que, há muito tempo, num dia chuvoso, um carro de boi carregado de tijolos saiu da estrada e caiu na água. O fato pouco comum virou assunto na falação na boca povo, que não tardou a chamar o lugar de “lagoa do carro”.  

Contado por Roberto Beltrão